Dissertação analisa território como produto/marca

No dia 28 de março, ocorreu a banca de defesa da dissertação do novo Mestre Fabricio Tarouco, agora doutorando em Ciências da Comunicação. A banca foi formada pelos professores do PPG em Design da Unisinos, Dr. Paulo Edison Belo Reyes e Dr. Filipe Campelo Xavier da Costa, e também pela Profª. Drª. Lúcia Bergamaschi Costa Weimar da Universidade Federal de Pelotas.

Na oportunidade, Tarouco fez uma contextualização da atual era globalizada, onde cada lugar tem que competir com outros locais para garantir visibilidade e espaço no mundo dos consumidores. Segundo o mesmo, “lugares são consumidos” de diferentes formas e por diversos públicos: turistas, investidores, empresas e também pelos
consumidores de produtos oriundos. Portanto, compreender o território como produto para além da sua
materialidade física significa agregar fatores imateriais que o constituem como um sistema. Assim, o território passa a ser visto, e acima de tudo experienciado, como um produto de consumo, argumenta o autor. Muitas cidades vêm construindo sua imagem com o intuito de promover-se como um destino diferenciado e atrativo, a cidade de Santo Ângelo é uma delas.

Sendo assim, os objetivos da pesquisa foram interpretar o território como um produto/marca e identificar, por meio da metodologia do design estratégico, as ações e estratégias utilizadas por Santo Ângelo para a criação e o fortalecimento de sua identidade territorial.

Quem estiver interessado em saber um pouco mais sobre este trabalho, poderá entrar em contato com o autor através do e-mail ftarouco@unisinos.br.

+ Talvez você se interesse por: