Transparência, Invisibilidade, Modulação: Google, Apple e a Televisão Contemporânea

A fim de compreender um traço da reorganização contemporânea da televisão, o artigo se concentra num aspecto da elaboração de sistemas de difusão guiados pela associação entre smart TVs; smartphones-tablets e aplicativos. Atenta a eventos em que tecnologias de informação se tornam centrais ao audiovisual. Observa a chance de acesso a conteúdo através não de canais segmentados de cabo-satélite, mas por produtores diversos, passando ao largo das emissoras convencionais ao difundir material por aplicativos. Concentra-se em Apple e Google, interpretando seu envolvimento como indício da transição à lógica de controle e modulação. Analisa a introdução do formato por Apple, via iPod-iPhone e iTunes. Descreve a expansão da lógica, atentando a Google e na criação de softwares atuando em variados mecanismos.

LADEIRA, João Martins. Transparência, Invisibilidade, Modulação: Google, Apple e a Televisão Contemporânea. REVISTA CONTRACAMPO, v. 36, p. 4, 2017.

+ Talvez você se interesse por:

Deixe uma resposta