Weschenfelder mostrará o invisível de O Eclipse na primeira palestra da Semana da Imagem

A Semana da Imagem na Comunicação Unisinos começa na próxima segunda-feira, 08 de maio, com a palestra Rastros do invisível no plano cinematográfico, de Ricardo Weschenfelder. O evento acontece no LABTICS (Laboratório Avançado de Tecnologias de Informação e Comunicação), no antigo Auditório Érico Veríssimo, da Unisinos, a partir das 20h. Nesse encontro, Weschenfelder apresenta a sua pesquisa de doutorado. A tese foi defendida em 2016 no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação Unisinos.

C) O Eclipse 01

Cena do filme O Eclipse (1962)

No doutorado, Weschenfelder desenvolveu a metodologia do invisível para autenticar os rastros do invisível nos planos cinematográficos do filme O Eclipse (1962), do cineasta italiano Michelangelo Antonioni. De modo geral, para o pesquisador, o invisível é a imagem da ausência que se torna presente com a técnica do cinema e com a memória do espectador. O invisível é apreendido pelo rastro. E o rastro é o que evidencia a presença de algo ausente. Rastro, evidentemente, é um dos principais conceitos com os quais Weschenfelder trabalhou. Foi compreendido como em Walter Benjamin, um dos autores caros ao grupo de pesquisa Audiovisualidades e Tecnocultura: Comunicação, Memória e Design (TCAv). Além de Benjamin, Henri Bergson, Jacques Aumont, Suzana Kilpp, Vilém Flusser e Georges Didi-Huberman foram convocados para a base teórica e metodológica.

Em sua exposição na Semana da Imagem, Weschenfelder abordará o processo de desenvolvimento da pesquisa, o problema, os principais conceitos, a metodologia, a análise e os resultados. Assim, o que há de invisível no filme de Antonioni se tornará visível pelo olhar do pesquisador.

Trajetória na Semana da Imagem

Na Semana da Imagem, em 2013

Na Semana da Imagem, em 2013

Como aluno de doutorado da linha de pesquisa Mídias e Processos Audiovisuais, Weschenfelder foi integrante do grupo de pesquisa Audiovisualidades e Tecnocultura: Comunicação, Memória e Design (TCAv). Por ser realizada todos os anos pelo TCAv, a Semana da Imagem fez parte de sua formação acadêmica. Em 2013, na edição de número 11 do evento, no GT Teorias e Análises de Cinemagraphs, coordenado pela Profa. Dra. Cybeli Moraes, da Unisinos, apresentou o trabalho Rastros da imagem aprisionada no presente. O título indica que, naquela época, ele já perseguia rastros; mas, nessa apresentação, eles eram outros. Weschenfelder explica,

Já existia uma ideia dos rastros das imagens, que permanecem na imagem ou na técnica posterior de produção de imagens. Os cinemagraphs são, ao mesmo tempo, fotografia e cinema, ou melhor, uma memória, um rastro de fotografia e cinema no presente, na contemporaneidade.

A partir daí, nos três anos seguintes, a sua pesquisa amadureceu e se desenvolveu. Com o término do trabalho e a obtenção do título de Doutor em Ciências da Comunicação, Weschenfelder ganhou outra postura e também outro lugar de fala. Na edição de número 15 da Semana da Imagem, ele viverá a experiência de palestrante. Como pesquisador formado, a sua expectativa em relação ao evento de 2017 é diferente daquela de quando era doutorando.

Espero, neste ano, compartilhar o processo de construção da tese, os acertos e as dúvidas que ainda permanecem da pesquisa. E expor os conceitos e as análises que foram desenvolvidas na pesquisa de tese. Agora, com outra visão e experiência, posso perceber a pesquisa, talvez, de forma mais sincera e distanciada.

Além da experiência como palestrante, Weschenfelder conhecerá o espaço, aberto pelo TCAv, aos recém-formados na versão Pocket da Semana da Imagem. O principal objetivo é dar visibilidade aos trabalhos desenvolvidos na linha e estabelecer diálogo com o público. O egresso vê proveito tanto para os pesquisadores, quanto para os alunos interessados em pesquisa.

É fundamental (o espaço), pois as pesquisas devem ser compartilhadas e criticadas. Principalmente para quem está neste momento no processo de pesquisa e escrita de dissertação e tese. Esse espaço é muito rico, de troca de experiência e caminhos possíveis.

A palestra de Ricardo Weschenfelder será transmitida pela Unisinos nesse link. No site, no Facebook e no Twitter do TCAv, será possível acompanhar toda a cobertura do evento.


Ricardo Weschenfelder é doutor em Ciências da Comunicação pela UNISINOS, mestre em Literatura pela UFSC e graduado em Cinema e Vídeo pela UNISUL. É realizador audiovisual e professor dos cursos de Publicidade e Propaganda da UNIASSELVI ASSEVIM e da UNIFEBE, ambos de Brusque, Santa Catarina.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta