TCAv presente na I JELA (UFRGS)

Entre os dias 03 e 06 de novembro ocorreu a I JELA – Jornada de Estéticas e Linguagens Audiovisuais da UFRGS. Organizado pelo GPESC (Grupo de Pesquisa em Semiótica e Culturas da Comunicação) e pelo PROAV (Grupo de Pesquisa Processos Audiovisuais), com apoio do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS, o congresso é voltado ao debate sobre cinema e audiovisual em suas distintas correntes teóricas do campo da comunicação. Com grande afinidade temática com aquilo que debatemos no TCAv, somado a abertura da atividade a outros PPGs do Rio Grande do Sul, o resultado foi uma presença massiva de tcavianos dentro das mesas do evento.

Para quem gosta de evidências numéricas, dos 29 trabalhos apresentados nas 09 mesas do evento, 10 deles eram provenientes de pesquisadores vinculados ao TCAv. Apenas três mesas não contaram com apresentações de tcavianos, sendo que houve mesas só com trabalhos de nossos membros. Para além dos números, a presença do TCAv rendeu inúmeras discussões e trocas, com longos debates e fortalecimento da ciência da computação. As discussões renderam, inclusive, propostas de ações conjuntas entre o TCAv e os grupos organizadores do evento em torno de autores comuns, sobretudo Bergson – sendo levantada a possibilidade de se construir uma mesa sobre os olhares lançados ao autor.

Confira os autores e seus trabalhos, bem como as mesas temáticas em que foram apresentados:

mesa CORPOS CINEMÁTICOS

ANDRESSA THIELLY DA SILVA – Performance de Gênero e Videoarte: uma análise do curta-metragem Pink Or Blue 

mesa AUDIOVISUAL, DIREITO, PRIVACIDADE E COMUNICAÇÃO

WESLEY WADIM DE SOUZA – A resiliência do broadcast: O Globoplay e as tensões jurídicas na constituição do streaming no Brasil

ALEXSANDRINA DE CARVALHO SOUZA – Imagens e imaginários do campo jurídico na web

ROBERTA KRAUSE – Estética dos construtos de privacidade no Facebook: Apontamentos iniciais a partir de uma cartografia do audiovisual de interface.

mesa ATRAVESSAMENTOS MIDIÁTICOS ENTRE CINEMA E POLÍTICA

JULIANA KOETZ – A interrupção intermidial no audiovisual como gesto político na série Ela Quer Tudo de Spike Lee: aproximações ao Teatro Épico de Brecht

mesa QUESTÕES DA IMAGEM

CAMILA DE ÁVILA – Realidade Virtual em Devir: Especulando Imagens e Dispositivos

mesa ARQUIVO, ESTÉTICA, ARTES

MADYLENE BARATA COSTA – Audiovisualidades de arquivo: o Eu sou Amazônia, do Google Earth

LUCAS MELLO NESS – EspectAÇÃO: elementos de constituição de construtos de espectador

ALINE CORSO – Compreendendo como a regeneração enquanto qualidade tecnocultural se atualiza em ambientes online voltados à produção de presença da artemídia

mesa CINEMA BRASILEIRO E GÊNEROS

ANALU FAVRETTO – Ferramentas para um Cinema de Paiol

Texto: Lucas Mello Ness

Artes: Camila de Ávila

Deixe uma resposta