I don´t wanna be buried in an app cemetery – reflexões sobre arqueologia da mídia online entre histórias de aplicativos derrotados.

Ao encontrarmos uma – aparentemente extinta – página da web denominada iPhone Application Graveyard (Cemitério de Aplicativos para iPhone), que procura catalogar o que se passou com alguns aplicativos para Iphone rejeitados pela Apple entre 2008 e 2009, passamos a problematizar questões concernentes à arqueologia da mídia como atitude metodológica diante das materialidades oriundas do ambiente da Internet. Ao descrever o processo de (re)descoberta deste “cemitério de apps” e a exploração de algumas de suas características, vamos cotejando o nosso agir arqueológico com aquele do próprio criador da página, como dois níveis de “escavação” que acabaram entrelaçados.

FISCHER, G. D.. I don´t wanna be buried in an app cemetery ? reflexões sobre arqueologia da mídia online entre histórias de aplicativos derrotados.. In: Adrián José Padilla Fernández; Alberto Efendy Maldonado; Norah S. Gamboa Vela. (Org.). Procesos Comunicacionales Educación y Ciudadanía en las Luchas de los Pueblos. 1ed.Caracas: Fondo Editorial CEPAP-UNESR, 2015, v. 1, p. 183-202.

+ Talvez você se interesse por:

Deixe uma resposta