TCAv presente no III SDCOM PPGCC Unisinos

O Seminário Discente de Comunicação da Unisinos chega a sua terceira edição em 2020 e foi organizado pelos alunos do PPG em Ciências da Comunicação da universidade. O evento ocorreu entre os dias 14 e 15 de setembro e, pela primeira vez, mestrandos e doutorandos dos Programas de Pós-Graduação com ênfase em Comunicação do Rio Grande do Sul (Unisinos, PUCRS, UFRGS, UFSM, Feevale e Unipampa) participaram.

Neste ano, para além de problematizar os elementos da pesquisa, pretendemos discutir a relação entre academia e sociedade com o tema “Pesquisa para quem? Comunicação, diálogos e transformação social”. Esta temática surge após um ano em que muito pôde se refletir sobre uma narrativa que objetiva desvalorizar as ciências, em especial as humanas e sociais, tendo em vista os debates que foram iniciados no Brasil a partir de cortes em bolsas de pesquisa, além de outras ameaças à Educação do país. A ideia do evento é que, neste cenário, possamos discutir o assunto e refletir sobre formas de aproximar as pesquisas, e o trabalho científico em geral, de uma demanda social vigente da sociedade. É isto que queremos: suscitar, provocar e dialogar!

Fonte: SDCOM

A palestra de abertura “Pesquisa para quem? Comunicação, diálogos e transformação social”, teve a participação de Caíque Ferreira da Silva, pesquisador do projeto WikiFavelas – Dicionário de Favelas Marielle Franco da Fiocruz; Larissa Becko, doutoranda do PPGCC da Unisinos, que transformou sua dissertação de mestrado em uma história em quadrinhos chamada Caçadora de fãs: uma aventura acadêmica; e Anápuàka Tupinambá, um dos fundadores da Rádio Yandê, primeira empresa de comunicação indígena do Brasil.

Este momento também contou com a participação do professor Gustavo Fischer, do PPG em Ciências da Comunicação da Unisinos, que fez a mediação do debate e contribuiu com suas experiências de pesquisa no programa com o projeto LabMem – Laboratório de Memória das/nas Mídias Online e o grupo de pesquisa Audiovisualidades Tcav.

Discentes do TCAv participaram coordenado diferentes GTs, apresentando trabalhos e fazendo relatorias. Abaixo, a lista dos trabalhos discutidos:

GT AUDIOVISUALIDADES E MEMÓRIA

Aline Corso – Construtos de Memória Regenerativa da Artemídia Nascida Digital na Web

Analu Favreto – Do Rural as Ruralidades: A paisagem em A Retirada para um coração bruto (2018, Marco Antônio Pereira) 

Flóra Simon da Silva – O processo tecnocultural do caso: O construto monstro em narrativas audiovisuais de Horror contemporâneas 

Lucas Pereira Cunha – Atividade artística infantil: A Ethicidade Televisiva nos Programas Infantis da Rede Globo e do SBT 

GT COMUNICAÇÃO E CULTURA POP

Leonardo Andrada de Mello – Indie games em (r)evolução: Perspectivas e iniciativas possíveis

GT PROCESSOS MIDIÁTICOS AUDIOVISUAIS

Augusto Ramos Bozzetti – Imagem inércia: O movimento nos desenhos animados a partir daquilo que não se mexe 

Juliana Koetz – A especificidade das antologias enquanto arquivo e coleção: primeiros apontamentos e perguntas 

Roberta Fleck Saibro Krause – O estado-vídeo na contemporaneidade: tecnocultura e apropriações audiovisuais nas redes sociais 

GT PROCESSOS MIDIÁTICOS AUDIOVISUAIS

Andressa Thielly Machado Silveira da Silva – Performance de Gênero e Videoarte: uma análise do curta-metragem Pink Or Blue

GT COMUNICAÇÃO E EXPRESSÕES ARTÍSTICAS

Bibiana da Silva de Paula – A gambiarra entre o ruído e as mídias 

GT COMUNICAÇÃO E IMAGINÁRIOS

Alexsandrina Ramos de Carvalho Souza – Imagens e Imaginários do campo jurídico na Web 

Camila de Ávila – Realidade Onírica: Reflexões acerca da Imagem-sonho em Realidade Virtual

Fulgêncio Francisco Muchisse – Um olhar sobre as audiovisualidades da Televisão de Moçambique (TVM) na construção da nação

GT ESTUDOS DE PLATAFORMAS

Flavia Xavier Barros – Imagens de persona-lização: Personas, processos e sentidos na interface do smartphone 

Lucas Mello Ness – Plataformas de vídeo streaming como dispositivos 

Wesley Wadim Passos Ferreira de Souza – A resiliência do Broadcast: o Globoplay e as tensões jurídicas na constituição do streaming no Brasil 

GT ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E CONSUMO

David Camilo Mendes Padilha – Economia compartilhada como consumo coletivo: as imagens e enunciados do compartilhamento

Fonte: SDCOM
Fonte: SDCOM
Fonte: SDCOM

Fonte: https://sites.google.com/view/sdcom/pagina-inicial?authuser=0

Autora: Aline Corso

Deixe uma resposta